A ESTANTE DE GUSTAVO BERNARDO


redação 1   redação 2   redação 3




REDAÇÃO INQUIETA
André Valente


Há 25 anos, este livro vem trazendo importantes contribuições para quem se dispõe a produzir um texto. No âmbito escolar, alunos e professores beneficiaram-se das reflexões formuladas pelo autor com o intuito de questionar o trabalho desenvolvido nas aulas e na feitura de redação. Da primeira até esta edição de Redação inquieta, desenvolveram-se muitos estudos sobre produção textual nas áreas de Língua Portuguesa e Linguística; entretanto, nenhum deles superou a obra-prima de Gustavo Bernardo no que respeita ao desafio da busca da diferença no ato de escrever.

Falar é fácil, escrever é que é difícil. Existe o primado da fala sobre a escrita: esta, artificial; aquela, natural. Escrever é, portanto, um ofício espinhoso. Tais considerações afligem ainda mais os que vivem a agonia de passar as ideias para o papel ou o computador. Preencher o espaço em branco, selecionar bem as palavras e combiná-las devidamente num todo organizado chamado de texto exige a revelação ao outro. É uma questão de estilo, mas já nos alertava Sêneca que “o estilo é a fisionomia da alma”.

Gustavo Bernardo, com sua redação, inquieta seus leitores. Este livro é um trabalho único entre outros voltados para a redação. Não propõe regras, esquemas ou modelos. Também não é acrítico: denuncia a mesmice e a acomodação. Ao fazê-lo, o autor se expõe com seu estilo contundente sem, contudo, deixar de ser solidário àqueles que encaram o desafio de escrever. Gustavo Bernardo não paternaliza e apresenta-se como um companheiro na primária e melhor acepção do termo: o que come pão junto.

Reler este livro nas suas Bodas de Prata fez-me, mais uma vez, questionar a minha práxis, o que já revela sua atualidade. A leitura deu-me, novamente, grande prazer, porque Redação inquieta é muito bem escrito e traz, em cada tópico, um convite a lutar contra os que tentam anestesiar o pensamento. Continua atualíssimo e imbatível na proposta de oferecer elementos para quem pretende escrever com lucidez e coragem.


e-mail : gustavobernardokrause@gmail.com